Thiago Rodrigo Batista Perez de Sousa - 20/10/2015

thiago 01 

Decreto Legislativo nº384/2015, de autoria da Vereadora Roselene Maria de Souza dos Santos - Outorga o Título de Cidadão Porto- Felicense ao Sr. Thiago Rodrigo Batista Perez de Sousa

Thiago Rodrigo Batista Perez de Sousa nasceu em Campinas, em 12 de fevereiro de 1981. É casado com Shamia Caroline Almeida dos Santos e pai de Davi.

Começou a trabalhar aos 13 anos de idade e aos 14, se converteu na igreja Batista da Moreira, em Campinas. Formou-se em segurança do trabalho e estudou um ano no curso de engenharia, curso que interrompeu por dificuldades financeiras.

Como queria ser empreendedor, Thiago montou uma empresa de informática e um site de vendas, mas percebeu que não era o ramo no qual gostaria de se profissionalizar.

Após isso, teve a oportunidade de abrir um negócio no município de Tietê ou Porto Feliz. Ao analisar os dois municípios, optou por Porto Feliz, pelo comércio, tranquilidade e proximidade de Campinas, local onde toda sua família reside.

Thiago, então, montou na cidade a clínica OdontoClinic, onde atende todas as classes sociais do município, com extrema facilidade de pagamento. Neste ano, a clínica completou um ano de existência. Thiago está satisfeito com seu empreendimento, pois foi muito bem recebido por todos do munícipio. Através do contato com um casal Portofelicense, Cesar e Natália, o empresário teve a possibilidade de abrir seu leque de amigos no município.

Atualmente, a clínica está com mais de 300 pacientes ativos e Thiago quer firmar suas raízes no município, e continuar a empreender no munícipio pois encontrou aqui uma cidade acolhedora e tranquila.

Nesta Solenidade, Thiago merece receber esse título em homenagem ao seu serviço e por seu amor à cidade de Porto Feliz.

Guilherme Ecker de Freitas - 20/10/2015

guilherme 01

Decreto Legislativo nº 383/2015, de autoria da Vereadora Roselene Maria de Souza dos Santos - Outorga o Título de Cidadão Porto-Felicense ao Sr. Guilherme Ecker de Freitas

Guilherme Ecker de Freitas nasceu em Santa Maria- RS, no dia 06 de outubro de 1991, e residiu até os 16 anos no município de Santa Cruz. É casado com Camila Mancio Bizam. Desde criança, seu maior sonho era se tornar jogador de futebol profissional. Mesmo após a perda de seu pai, Guilherme não desistiu de seus sonhos e em 2007, um empresário de São Leopoldo acreditou em seu talento e indicou para um clube de São Paulo, o Desportivo Brasil, situado em Barueri. Guilherme considera esse um dos momentos mais marcantes de sua vida, por nesse momento ter tido o seu primeiro contato com o Evangelho.

Em 2009, o Desportivo Brasil mudou-se para a Academia de Futebol Traffic, o que tornou o seu sonho de ser jogador profissional realidade. Em maio do mesmo ano, Guilherme batizou-se e passou a seguir o Evangelho. Em 2011, deixou o clube e jogou por um ano e meio no Capivariano, tendo passado também pelos clubes Primavera- SP e Nacional de Rolândia- PR retornando depois à Primavera de Indaiatuba, seu último clube. No final do ano de 2013, Guilherme parou com o futebol e veio residir de vez em Porto Feliz. Trabalhou por um tempo com sua sogra na padaria Pão D´oro, da qual era proprietária, até que foi chamado para ser treinador de goleiros na Traffic, mesmo clube no qual se tornou jogador profissional. Porém após a perda da sogra, deixou a profissão e voltou a trabalhar na padaria com sua esposa. Em 2015, Guilherme assumiu a liderança dos jovens da Igreja Casa de Oração, da qual é membro desde 2009.

Guilherme Ecker de Freitas reside na cidade há seis anos, e segundo ele, foi aqui que conseguiu firmar suas raízes, pois constituiu uma família e já se considera um cidadão portofelicense. Por conta de sua história, Guilherme é merecedor dessa singela homenagem.

Wanderson de Souza - 20/10/2015

wanderson 01

Decreto Legislativo nº 382/2015, de autoria do Vereador José Luís Ribeiro de Almeida - Outorga o Título de Cidadão Porto-Felicense ao Sr. Wanderson de Souza

Wanderson de Souza nasceu em Sorocaba, no dia 01 de março de 1975, filho de Waldereis de Souza (in memoriam) e de Shirley Araujo de Souza. É casado com Jeane de Fátima Assumpção. Começou a trabalhar com 16 anos em uma carvoaria e aos 18, conseguiu seu primeiro emprego como vendedor de som e eletrodomésticos.

Por influência de seu padrasto, Sargento Reformado da Polícia Militar, Wanderson resolveu ingressar na Polícia Militar, cursando a Escola do Comando Interior denominado CPI-7, sediado na cidade de Sorocaba.

Aos 22 anos já era Soldado da Polícia Militar do Estado de São Paulo, e em 98, após sua formatura, ingressou na Polícia da cidade de Porto Feliz, onde desempenhou funções de Policial Militar.

Trabalhou na guarda da antiga Cadeia, onde certa vez impediu corajosamente a invasão de pessoas que tentaram resgatar presos, recebendo, assim elogios de seus superiores, seus pares, da imprensa e dos moradores da cidade de Porto Feliz. Também trabalhou na segurança do Fórum, onde chegou a ser considerado Policial do mês, sendo elogiado por juízes, promotores e funcionários do Fórum.

Wanderson ainda trabalhou no atendimento 190, conhecido como CAD (Centro de Atendimento e Despacho), onde resolveu muitas ocorrências somente por telefone, e atuou no antigo Rádio Patrulhamento ostensivo, onde fez várias prisões em flagrante, trazendo segurança e tranquilidade ao cidadão de Porto Feliz.

Em 2000, a convite do Comandante da época, foi para o Patrulhamento de Ronda Escolar, função que desempenha até hoje, trabalhando com amor, carinho e dedicação a causa.

Devido aos seus inestimáveis feitos em prol da segurança de nosso Município, Wanderson recebe essa singela homenagem da Câmara Municipal.

Ciro Pinto Ferreira - 20/10/2015

ciro 01

Decreto Legislativo nº 379/2015, de autoria do Vereador José Eud Antunes - Outorga o Título de Cidadão Porto-Felicense ao Sr. Ciro Pinto Ferreira

Ciro Pinto Ferreira nasceu em 09 dezembro de 1961. Mudou-se para a Porto Feliz ainda adolescente e desde então adotou a cidade como sua cidade natal. É filho de pai portofelicense, e casado com a GCM Ivete Gonçalves Ferreira. Concluiu o Ensino Médio na Escola Monsenhor Seckler, e posteriormente, trabalhou na extinta fábrica Vimaq do Brasil como montador, mas sentia que aquela não era sua vocação. Em 1985, com a criação da Guarda Municipal de Porto Feliz, Ciro percebeu a oportunidade de ter uma profissão que interagisse com a população. Prestou o concurso para a mesma e em julho de 1985 ingressou definitivamente Guarda Municipal, passando a ocupar os cargos de GCM de 3ª, 2ª e 1ª classe. Em 96, prestou novo concurso para o cargo de Subinspetor da GCM, tendo sido aprovado no mesmo. Hoje, conhecido como Subinspetor Ferreira, é um dos fundadores da Guarda Civil Municipal de Porto Feliz, e há 30 anos dedica sua vida a auxiliar e orientar a população Portofelicense. Foi eleito por duas vezes Policial Padrão, titulo concedido a profissionais que se destacaram por serviços prestados à coletividade, realizado através de eleição interna com a participação de toda Corporação. Atualmente faz parte do Coral Renascer da Igreja Nossa Senhora Mães dos Homens e do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC).

Subinspetor Ferreira merece receber esse título, como prova de reconhecimento dos seus serviços e por seu amor por Porto Feliz.

Elizandra Martins - 20/10/2015

elizandra 01

Decreto Legislativo nº 378/2015, de autoria do Vereador José Luís Ribeiro de Almeida - Outorga o Título de Cidadã Porto- Felicense à Sra. Elizandra Martins

Elizandra Martins nasceu em São Valentin -RS, e mudou-se para Porto Feliz com 4 anos de idade. Iniciou seus estudos musicais aos 18 anos, quando teve aulas de teclado por um ano e meio. Após esse período, teve aulas em Itu, de onde ingressou para o Conservatório Maestro Henrique Castellari, em Salto, onde teve aulas de piano erudito. Em 2006, iniciou aulas de Regência Coral no Conservatório Dramático e Musical "Dr. Carlos de Campos" em Tatuí-SP. Também é licenciada em Música pela Universidade Metodista de Piracicaba- UNIMEP. Participou de diversas oficinas de artes sobre História da Música Ocidental, História da Música Brasileira e Pedagogia Musical. Em 2005, iniciou trabalho voluntário na Associação Monte Carmelo, trabalhando com canto coral e musicalização infantil.

Como professora, atuou em todas as escolas municipais de Porto Feliz, e atualmente é diretora da Escola Municipal de Música "Romário Antônio Barbosa", onde começou a lecionar.

Em março de 2011, fundou com a amiga Andréia Miranda o Instituto de Educação Musical Sonorum, na cidade de Porto Feliz. Atualmente, Elizandra exerce o cargo de Diretora Artística da instituição.

Pelos seus préstimos em prol da Cultura do Município, Elizandra recebe essa singela homenagem da Câmara Municipal de Porto Feliz.